"Minha vida é monótona. E por isso eu me aborreço um pouco. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei o barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora como música.E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelo cor de ouro. E então serás maravilhoso quando me tiverdes cativado. O trigo que é dourado fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo…" (Antoine de Saint-Exupéry - Trecho de "O Pequeno Príncipe")

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Mil Pedaços



Mil Pedaços
Renato Russo

Eu não me perdi e mesmo assim você me abandonou
Você quis partir e agora estou sozinho
Mas vou me acostumar com o silêncio em casa com um prato só na mesa
Eu não me perdi o Sândalo perfuma o machado que feriu
Adeus adeus adeus meu grande amor
E tanto faz de tudo o que ficou guardo um retrato teu
E a saudade mais bonita
Eu não me perdi e mesmo assim ninguém me perdoou
Pobre coração - quando o teu estava comigo era tão bom.
Não sei por quê acontece assim e é sem querer
O que não era pra ser: Vou fugir dessa dor.
Meu amor, se quiseres voltar - volta não
Porque me quebraste em mil pedaços.

*****************************************
Tantas vezes, sonhamos e nos entregamos a palavras docês! Tudo parace ser eterno e bonito. Um beijo que anestesia o passado com um perfume gostoso de amor, e mesmos estando calejados de outras quedas, nos despimos de armas porque apenas queremos o amor, sentir que se é amado, ter a felicidade de receber em horas loucas uma mensagem dizendo: Eu te amo e se sentir bobo e andando sobre nuvens...
Não teve futuro, acabou tão rápido como começou, não lhe culpo por isso, claro que me causou estranheza e muita raiva, confesso isso... Porém entendo suas razões. Vejo as coisas com uma certa clareza hoje, e me sinto feliz por tudo o que vivemos, sua chegada, os seus beijos e a segurança que senti ao em suas mãos, e até mesmo pelo seu desaparecimento e pelas palavras tristes de adeus, foi um belo encontro, torço por sua felicidade e não espero sua volta e nem almejo isso, o ponto foi uma bela história, mas teve o seu ponto final, não o final que naquele momento era esperado, apenas sei que foi o melhor que poderia ter acontecido...

2 comentários:

Daniel Silva disse...

Querido Amigo

Há dias de Sol. Deixe-se invadir pelo calor calmo do sol e nao se afunde. A dor faz parte do crescimento mas para partirmos para outra e nao para ficarmos a lamber feridas ou simplesmente a lamentar.

Gostei do que escreveu. Não deixou de ser poetico. Agora: seja bom para si: DEixe o sol entrar de novo :)

abraço grande

manzas disse...

O mundo adormece na cama do céu
Enquanto permaneço acordado no teu roseiral…
Vigilante no teu galante corpo, rosa sem véu
Batem janelas inquietas, pétalas em temporal

Neste momento,
Desejo
Um bom fim-de-semana
Materializado em harmonia
Com muita alegria…
Um excelente CARNAVAL
Com muito divertimento
Desmascarando amor
Com paz,
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-